Estamos enfrentando, há alguns meses, uma das maiores crises na saúde pública que já tivemos. Com números de casos e mortes crescendo a cada dia, a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) tem assolado praticamente todos os países do mundo, provocando apreensão e deixando milhões de pessoas reclusas.

A situação no Brasil não é diferente. O vírus já atingiu mais de 3 mil pessoas, até o momento, deixando dezenas de mortos. E um dos grupos mais vulneráveis à doença são os nossos indígenas.

Devido a esse cenário, o combate e prevenção nas nossas aldeias foram intensificados. Exemplo disso é a Equipe Multidisciplinar de Saúde Indígena (EMSI) do DSEI Amapá, contratada pelo nosso Instituto (IOM), que tem atuado na terra indígena Parque do Tucumaraque.

Com intensa presença, nossos colaboradores têm realizado ações educativas de informação e prevenção contra a Covid-19 na aldeia Missão Tiriyó (fronteira com o Suriname) e na aldeia Bona.

Ambas localizam-se no Norte do Pará, região onde nossos esforços estão sendo diários para que essa pandemia seja informada, prevenida e combatida em nossas aldeias. Somente dessa forma, com intensa atuação preventiva, é que os nossos povos estarão seguros nesse tempo tão incerto, preocupante e delicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *