A ação foi promovida pela equipe de profissionais da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)na oportunidade os profissionais visitaram os setores da Maternidade Bem Nascer e conscientizaram sobre o uso de adornos no ambiente hospitalar.

A campanha educativa “Adorno Zero” faz parte da programação “Julho Amarelo”, mês de luta contra as hepatites virais. Além disso, a iniciativa segue a determinação da Norma Regulamentadora NR 32, que proíbe o uso de brincos, anéis, colares, broches e outros acessórios em ambientes onde exista contato com agentes biológicos como bactérias, vírus, protozoários entre outros.

Para conscientizar os colaboradores da Maternidade Bem Nascer a equipe responsável pela campanha orientou e na oportunidade fez a troca de um adorno por um bombom. E cada setor recebeu um caça-palavras, onde os servidores poderão descobrir palavras que remetem a acessórios que devem ser evitados durante o expediente de trabalho.

Vale lembrar que o código de ética dos profissionais que atuam na saúde, quando os colaboradores colocam em risco a saúde dos pacientes, podem ser responsabilizados por imperícia, negligência ou imprudência.

Por isso a importância de usar todos os Equipamento de proteção individual, deixar em casa, na bolsa ou no carro seus pertences como : alianças, relógios, brincos, cordões entre outros objetos pessoais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *