Método visa estratégias inovadoras na organização da atenção primária à saúde.

O Instituto Ovídio Machado ministrou o curso de Matriciamento em Saúde em Alto Alegre do Pindaré (MA). A meta é concluir o plano de educação continuada em Formação Técnica para Profissionais de Saúde, aprofundando nessa etapa o conceito sobre matriciamento e discutir quais os benefícios e dificuldades em sua aplicação.

De acordo com o Ministério da Saúde, o matriciamento ou apoio matricial é “um novo modo de produzir saúde em que duas ou mais equipes, num processo de construção compartilhada, criando uma proposta de intervenção pedagógico-terapêutica”. É o suporte realizado por profissionais de diversas áreas especializadas da medicina a partir de uma equipe interdisciplinar com o intuito de ampliar o campo de atuação e qualificar suas ações.

Desta forma, o IOM busca implementar entre os especialistas em saúde uma reforma das organizações e do trabalho na atenção primária, criando uma proposta de intervenção tanto pedagógica quanto terapêutica para proporcionar o melhor atendimento às populações do Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário
Por favor insira seu nome