Você sabe diferenciar os tipos de colesterol? E como se prevenir? Veja essas e outras informações no Dia do Combate ao Colesterol (08).

Proteja o seu coração! Saiba lidar com o colesterol.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirma que 30% dos óbitos do mundo são em decorrência de doenças cardiovasculares (DCV). Só no Brasil, foram a causa de três quartos de mortalidade da população.

Os números não podem ser ignorados. Por isso, a comunidade médica promove uma série de alertas hoje (08) no Dia Nacional de Combate ao Colesterol, em virtude de conscientizar e prevenir as DCVs e desmistificar informações que podem prejudicar o tratamento precoce e, por consequência, a proteção à vida.

O colesterol

Encontrada em nosso organismo, o colesterol é um tipo de gordura (lipídio) desempenha diversas atividades essenciais ao bom funcionamento do organismo, como: ser o componente estrutural das membranas celulares; gerar a Vitamina D; importante para o funcionamento cerebral e cognitivo; atuar na produção de ácidos e sais biliares, e hormônios específicos, como testosterona, estrógeno e cortisol.

Nosso sangue é composto por dois tipos de colesterol: o LDL, que é conhecido como “ruim” por entrar nas artérias, provocando seu entupimento; e o HDL, o colesterol “bom”, já que retira o excesso de gordura das artérias.

O LDL tem efeitos devastadores no corpo humano, sendo uma das principais causas das doenças cardiovasculares, entre elas infarto e acidente vascular cerebral, um importante fator de risco de morte. Isso se dá por conta da alimentação inadequada e a falta de exercícios físicos, além do consumo excessivo de gordura saturadas e gordura trans, presentes em alimentos de origem animal, e alimentos ultraprocessados (como biscoitos, comidas congeladas e sorvete).

Fatores de risco

Outro fator que leva o aumento no colesterol é a hereditariedade, mesmo em pessoas de hábitos alimentares saudáveis, tornando-se portadores de fatores de risco cardiovasculares, que inclui também:

– Pessoas com excesso de peso ou obesidade;

– Pressão alta;

– Diabetes;

– LDL alto;

– Triglicérides (gordura) alto;

– Histórico de infarto e cirurgia do coração (pontes safena ou mamária);

– Histórico de derrame cerebral (AVC).

Como combater

Para manter os índices controlados e a saúde em dia, é necessário total atenção quanto à rotina de exames regulares, manter uma alimentação adequada e saudável (utilizando comidas in natura, ou seja, sem adição de elementos químicos) e praticar exercícios físicos.

No Dia Nacional de Combate ao Colesterol, os esforços dos especialistas se dão para promover a saúde e apoiar a segurança alimentar e nutricional dos brasileiros.

Caso você apresente algum fator de risco ou pretende cuidar da sua saúde, aproveite a data para mudar seus hábitos de agora em diante! Cuide da sua saúde e viva com total segurança!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário
Por favor insira seu nome