Exame é um dos exames mais importantes para detectar doenças em recém-nascidos.

O Dia Nacional do Teste do Pezinho (06) é uma data com o intuito de alertar os pais para a importância desse exame de prevenção.

Também conhecido como Triagem Neonatal, o teste foi introduzido no Brasil na década de 70 para identificar com maior antecedência doenças que poderiam levar à deficiência mental do bebê. Desde 1992, se tornou obrigatório em todo o país e, em 2001, o Ministério da Saúde criou o Programa Nacional de Triagem Neonatal.

Segundo dados do Ministério, em cinco anos, mais de 17 mil recém-nascidos foram diagnosticados com alguma das doenças detectáveis pelo Teste do Pezinho.

Como o exame é realizado?

Todas as crianças recém-nascidas devem realizar o Teste do Pezinho após as primeiras 48 horas do nascimento e até o 5º dia de vida. O exame é feito de maneira muito simples: através gotas de sangue colhidas do calcanhar do bebê, praticamente indolor e não traz nenhum malefício a ele. Pelo contrário: o teste permite diagnosticar precocemente oito doenças, entre metabólicas, congênitas e infecciosas.

E tudo sem custos aos pais ou responsáveis, já que o Teste do Pezinho é financiado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Basta se encaminhar para um hospital ou qualquer unidade de saúde.

A importância do Teste do Pezinho

A realização do Teste é essencial à saúde da criança, pois essas doenças não apresentam sintomas no nascimento e, se não forem tratadas cedo, podem causar sérios danos à saúde, inclusive danos mentais graves e irreversíveis.

O Teste do Pezinho é uma verdadeira prova de amor ao seu filho!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário
Por favor insira seu nome